13.8.09

Ex-Fumantes

um estudo sobre perversão humana

O ex-fumante é uma espécie do gênero dos chatos-de-galocha, da família dos patrulheiros-da-vida-alheia, pertencente à grande ordem dos filhos-da-puta – a mesma da qual fazem parte os juízes de futebol, os técnicos da seleção, 92,7% da população da Argentina e grande parte dos integrantes do poder legislativo das repúblicas subdesenvolvidas.


Em pesquisas realizadas em várias partes do mundo, os ex-fumantes são sempre citados como, pelo menos, uma das três coisas mais chatas que existem. No Brasil, sua chatice só é comparável à utilização de videokês em festas de aniversário e, talvez, à banda Calypso.





Estão catalogadas várias subespécies de ex-fumante. As mais comuns são:



Ex-fumante tiozão-fodão-esportista


De hábitos matutinos, essa subespécie é vista frequentemente logo pela manhã, calçando tênis caríssimos e uniforme de corredor, malhando nos parques da cidade, antes de ir para o trabalho. Esse sujeito fumou durante uns 40 anos e resolveu abandonar o vício ao mesmo tempo em que largou a esposa gorda pra se casar com a secretária gostosa, melhorou a alimentação e começou a praticar esportes. Sua vida melhorou horrores e sua auto estima foi às alturas – ter parado de fumar, obviamente, corresponde a uma pequena parte dessa metamorfose. Mesmo assim, se ele te vê fumando, olha pra você com um ar de superioridade e faz questão que você note o quanto ele é fodão e que jamais vai conseguir ser como ele. Sim, ele acha que todo mundo quer ser fodão como ele.



Ex-fumante hipocondríaco (ou “rato de clínica”)


Grande responsável pelos altos preços dos planos de saúde, esse sujeito não sai do médico. Faz um checkup completo toda vez que dá um espirro e declama de memória os resultados de todos os exames. Leitor compulsivo de bulas e de reportagens sobre avanços da medicina. Tem cartão-fidelidade em todas as grandes redes de farmácias. Apesar disso, sempre está com o nariz escorrendo ou sentindo alguma dor. Metade das frases que diz se iniciam com a expressão “se eu não tivesse parado de fumar...” e a outra metade termina com “ainda bem que eu parei de fumar”. Coloca a mão no seu ombro com cara de pena para lhe dizer que “o cigarro contém em sua composição 4.700 substâncias tóxicas” – e se você der brecha, ele vai dizer a você quais são. Todas.



Ex-fumante reclamão


Essa subespécie tem como característica marcante o olfato muito apurado. Você sai pra fumar no quintal e ele sente o cheiro lá na sala. Muito agressivo, esse tipo sai de perto de você, caso você acenda um cigarro, não hesita em reclamar caso veja alguém fumando em local proibido e se recusa a entrar em carro de fumante. É do tipo que vai pro botequim ou pra balada e reclama que a roupinha e o cabelinho dele voltaram pra casa com cheiro de cigarro – há estudos que afirmam que a supressão da nicotina pode ocasionar distúrbios hormonais, que por sua vez provocariam uma perturbação psíquica conhecida por boiolicis ocasionalis. Mas esses estudos ainda não são conclusivos. Fato é que a agressividade dessa subespécie se deve ao fato de que esses indivíduos são ainda muito mal resolvidos na condição de ex-fumantes. O cara parou de fumar há pouco tempo, achando que a vida iria melhorar e só o que conseguiu foi ficar ansioso. E engordar dez quilos.




Apesar das diferentes subespécies, todo ex-fumante tem uma característica em comum: se consideram pessoas superiores, verdadeiros vencedores, moralmente mais elevados, melhores que todos os outros, em especial aos ainda-fumantes – que, na visão deles, não passam de uns viciados, fracos, derrotados e incapazes.



O ex-fumante não perde sequer uma oportunidade de mostrar, através de inflamados discursos, o quanto ele é mais sábio e o quanto ele quer (na verdade, ele precisa) que os outros percebam seus méritos. Em termos de capacidade de encher o saco, ele só é comparável aos recém convertidos às religiões evangélicas, desses que juntam rodinhas de curiosos no centro da cidade, enquanto pregam com a Bíblia na mão.



(Aliás, como a primeira coisa que o sujeito que passa a freqüentar essas igrejas faz, é deixar de beber e de fumar, tem-se observado a proliferação da subespécie mutante ex-fumante-crente, extremamente perigosa e cujo comportamento ainda está sendo estudado – talvez tratemos deles em um artigo futuro.)




O problema do ex-fumante é que ele não se contenta em parar de fumar sozinho: ele quer levar todo mundo com ele para o caminho do não-vício! É praticamente um corruptor ao contrário.


Também tem uma necessidade exibicionista de dividir sua proeza com o mundo: se você digitar no Google “diário de um ex-fumante”, surgirão na sua tela uma centena de links para blogs, nos quais essas criaturas escrevem textos chatíssimos, em que narram suas vitórias cotidianas contra a tentação de voltar a fumar.


Eu não sei quem, além deles próprios, lê isso.


Pior ainda é que ex-fumantes costumam se reunir em ONGs para multiplicar o seu poder de chatear os outros e para encher o saco dos governos, pressionando para que sejam criadas leis cada vez mais delirantes e draconianas de combate ao fumo.



Eles juram – muitos até se convencem disso – que têm por objetivo zelar pela saúde das pessoas e salvar muitas vidas: consideram-se verdadeiros super-heróis de história em quadrinhos! Mas na verdade, são movidos por uma gigantesca dor-de-cotovelo: não se conformam que ainda exista gente no mundo que, sem neuras, continua curtindo aquele pequeno prazer do qual eles sentem tanta falta!


Ao contrário do não-fumante, que, por opção, não adotou o hábito de fumar e que, por isso, tem todo o direito até de sentir-se incomodado com a fumaça alheia, o ex-fumante é um filho-da-puta porque ele sabe (e como sabe!) o quanto fumar é bom e absolutamente indispensável em diversas situações cotidianas.


Se ele está com você numa mesa de bar e, logo após o primeiro gole do primeiro chopp, você automaticamente acende aquele obrigatório (e de-li-ci-o-so) cigarro, ele disfarça, mas fica com a boca salivando – e tem o desejo secreto de te matar, enfiando no seu olho o primeiro objeto pontiagudo que ele puder encontrar.


Se após um jantar maravilhoso, com direito a sobremesa, licor e café, você – obviamente – acende aquele cigarro, enquanto esperam a conta, e traga, cheio de prazer (porque não há refeição completa sem cigarro!), ele sente ímpetos de pular no seu pescoço e enfiar os dentes na sua jugular.


Mas ele se controla – e é exatamente nessas horas que ele costuma iniciar seus discursos anti-tabaco.


Começa a falar sobre câncer, enfisema, aneurisma, impotência, queda de cabelo, perda de dentes, caspa (porque, para ele, TUDO é causado pelo cigarro) e toda a sorte de misérias desagradáveis.


Ele tenta fazer parecer que quer te ajudar a parar de fumar, mas é mentira: ele só quer cortar seu barato. Se você lhe dá atenção e, mesmo que só por educação, diz que tem vontade de parar, ele “cresce” pra cima de você – e a pregação fica mais e mais entusiasmada, ele vai enumerar mais umas duzentas doenças que o cigarro causa e vai tentar te convencer do quanto a vida dele melhorou depois que abandonou o vício. Os olhinhos dele brilham nessa hora! Quanto mais você se interessa, mais ele fica contente: fica parecendo que eles – os ex-fumantes – necessitam cooptar fumantes, atingir uma espécie de “cota”.


Agora, se você nem liga para o que ele fala, sorri, se recosta preguiçosamente da cadeira e diz que fuma porque gosta, antes de dar mais uma longa e saborosa tragada e mudar de assunto para futebol, mulher ou qualquer outra pauta mais agradável, ele se come por dentro e deseja secretamente que você tenha um câncer e morra em menos de uma semana – mas se controla.


Quando chega em casa, te xinga de tudo quanto é nome, berra, soca a parede ou se submete a algum tipo de auto-flagelo – qualquer coisa que faça com que ele consiga controlar o desejo de correr para o bar mais próximo, comprar um maço do cigarro mais vagabundo e fumar até explodir.


Para se tornar um ex-fumante, você precisa evitar a todo custo, todas as coisas e situações que pedem, como complemento, o bom e velho cigarrinho.


Pare de beber. Óbvio: além da bebida naturalmente “chamar” um cigarro, se você passar uma ou duas doses da conta, vai perder o juízo e fazer alguma besteira. Na melhor das hipóteses, acender um cigarro. Na pior, pegar a baranga da festa. E, talvez, as duas coisas.


Evite comidas muito saborosas e suculentas, feijoadas, carnes, moquecas, comida mineira – isso tudo vai te dar uma bruta vontade de fumar. Prefira folhas cruas, tofu ou iogurte diet com granola.


Não compareça a eventos sociais do tipo encontrar uns amigos num barzinho. Sempre tem um ou dois filhos-da-puta fumando na mesa. Mesas de carteado ou de sinuca também devem ser evitadas a todo custo.


Não faça sexo. Como todo mundo sabe, um dos cigarros mais saborosos que se pode fumar é aquele que vem imediatamente após uma bela transa. Ou, também, aquele que se fuma durante os intervalos estratégicos, naquele tempo que se usa para beber alguma coisa, ouvir música e bater papo com a amada, enquanto se recobra o fôlego e se retoma a inspiração – mas essa é uma técnica utilizada apenas por usuários avançados e quem a domina, caso seja fumante, dificilmente será alguém do tipo que abdica dos pequenos prazeres da vida. Logo, ex-fumantes que porventura estiverem lendo este artigo, provavelmente nem sabem do que é que eu estou falando.


Ex-fumantes andam extremamente felizes ultimamente! Aliás, alguns não se sentiam tão bem, desde a última tragada. A entrada em vigor da lei caça-fumantes do governador-candidato Zé Serra propiciou orgasmos de satisfação sádica a esses seres. Alguns devem ter soltado rojões. Outros, foram pra rua, à meia-noite do último dia 7, para acompanhar o início da fiscalização, quando os agentes da Vigilância Sanitária, feito uns soldados da Santa Inquisição, começaram a entrar nos botequins da Vila Madalena e outros bairros chiques da cidade, em busca de perigosos delinqüentes tabagistas.



Lógico que eles sabem que essa lei é um absurdo jurídico. Claro que eles sabem que nenhuma sociedade politicamente consciente permitiria essa absurda ingerência estatal na vida das empresas privadas. Evidente que eles sabem também que isso não vai dar certo e essa será mais uma lei fadada ao esquecimento ou a muitos ajustes. E, mais que tudo, eles sabem que esse circo todo destina-se exclusivamente a colocar o governador na mídia.


Ex-fumantes são chatos, mas não são burros.


Mas eles não estão nem aí! Querem apenas curtir o sabor de sua vitória contra essas pessoas que têm o desplante de continuar usufruindo daquele pequeno prazer cotidiano, do qual eles abriram mão. Imagine com que moral eles agora vão chegar às festas de família ou ao escritório e encarar os “inimigos”: aquele seu antigo discurso pentelho, agora tem amparo legal! Que ninguém mais ouse desacatar seus sermões, porque agora – suprema glória! – eles podem inclusive denunciar os infratores!


E para os amigos fumantes de outros Estados, que já estavam se divertindo às minhas custas, as notícias não têm sido muito boas nos últimos dias! Cariocas, mineiros e paranaenses, tremei! Agora é a vez de vocês! E, como sempre acontece, tudo que São Paulo inventa, o resto do Brasil acha legal e importa. Com exceção do Rio Grande do Sul, todos os outros Estados da Federação têm em relação a São Paulo o mesmo complexo de vira-lata que brasileiros têm em relação aos Estados Unidos: se eles têm, a gente também quer ter!


Ex-fumantes têm ainda mais um motivo de extrema satisfação e alegria! O garoto-propaganda da abertura da temporada de caça aos fumantes é o ídolo maior de todos eles. Sim! Ele mesmo! O personagem mais constante deste blog e um dos mais constantes da vida de todo o povo brasileiro: o onipresente, indefectível e infalível médico pop do Brasil, Draaaaaaauzio Vareeeella!!


Doutor Dráuzio é um exemplar legítimo e o exemplo mais bem acabado de ex-fumante. Não contente em ter deixado de fumar, tornou-se o mais implacável caçador da fumaça alheia. E, como é um médico muito respeitado e muito famoso, graças àquele seu livro, que virou filme, mostrando a vida daqueles detentos legais e bonzinhos que moravam naquele extinto parque de diversões chamado “Carandiru”, Doutor Dráuzio é o centroavante perfeito para a seleção anti-tabagista. Credibilidade total, praticamente um santo, faz tudo por convicção e amor ao próximo.


Eu só achei uma coisinha meio estranha.


É que quando a lei Serra foi discutida na Assembléia Legislativa, meses atrás, pela bancada de deputadinhos amestrados do governador, o Doutor Dráuzio foi lá defender a medida – e o fez de forma apaixonada. Meses depois, quando a campanha de divulgação da lei foi pro rádio e pra TV, quem foi escolhido pra garoto-propaganda?


Curioso, né?



Inclusive eu fiquei procurando nos comerciais de TV, se aparecia alguma legenda informando algo como “o doutor Dráuzio Varella doou seu cachê para o Hospital do Câncer” ... e não achei! Vocês acharam? Não? Pois é, nem eu!


Mas isso nem deve representar muita coisa para alguém que vive de dar palestras. Eu imagino – só imagino – que a agenda dele deva estar mais lotada do que nunca.


Eu sou um sujeito muito maldoso, eu sei.


Mas eu ando mesmo muito interessado em saber quanto CUSTOU esse circo todo da lei anti-fumo. Quanto custou em contratação e treinamento de pessoal? E em equipamentos e viaturas (compraram Unos Mille zerinho, só pra isso, um monte deles!)? E , PRINCIPALMENTE, quanto custou em PUBLICIDADE? Eu, que sou um sujeito mesmo muito maldoso e enxerido, sou capaz de apostar que uns 95% da verba foi destinada a esse último item, para alegria dos departamentos comerciais de revistas, jornais, emissoras de rádio e TV que, coincidentemente, em sua quase totalidade, mostraram-se todos extremamente simpáticos à medida e até abriram grandes espaços para que o governador aparecesse em “esclarecedoras entrevistas de utilidade pública”.


E eu ando perguntando isso por aí, exatamente para esses mesmos veículos de comunicação: vocês acreditam que ninguém me responde?

Ando querendo saber também de quanto foi o cachê do Doutor Pop – aquele que ele certamente doou, mas esqueceu de dizer. Eu sou cidadão deste Estado, tenho o direito de saber, não tenho?


Então eu fui até lá no site oficial do governo (http://www.leiantifumo.sp.gov.br/), cliquei no “perguntas freqüentes” e depois em “dúvidas” (eles são legais, deixam a gente escrever num formulário). Então eu perguntei essas coisas todas.


Vocês acreditam que eles até agora também não me responderam?


Mas não tem problema, não.

Agora eu tenho tempo, não posso mesmo mais ir pro botequim.


Eu sou paciente

Eu vou continuar esperando.

Sentado.

E fumando.


The Doors

"Light my Fire"



Gostou desse?
Leia outros artigos relacionados:
Dedo-de-Seta
Cigarro, Uísque e Mulheres
Eu não quero mais brincar


62 comentários:

Úrsula disse...

Hahahahaha

Sou capaz de imaginar o "autor" puto, querendo arrancar o couro dos ex-fumantes pelos pés...pode arrancar que eu salgo.

Muito bom, achei que vc foi até muito bonzinho.

Te amo, lindão!

Karina Lima disse...

Olá, olá!

Sou uma criatura que se diverte com várias paixões, daquelas bem distintas. Se por um lado adoro as tiradas ácidas e cômicas que dão pano de fundo a essa tão complexa contenda, por outro delirei com as passagens anti-tabagistas-a-la-sexta-feira-13:

'...e tem o desejo secreto de te matar, enfiando no seu olho o primeiro objeto pontiagudo que ele puder encontrar.'

'...sente ímpetos de pular no seu pescoço e enfiar os dentes na sua jugular.'

Tirem as crianças da sala, o blogueiro tá com a corda toda, minha gente... ;-)

[Ah, em tempo: adorei o final!]

Beijoca e
meus pára-choques,

KK
www.mulherices.com.br

Vanessa Pinho disse...

Nossa, você tem umas imagens ilustrativas de chatinhos de óclinhos que é pra chorar de rir num canto.

Eu nem vou questionar o assunto “Fumar ou não fumar”.

Mas te “digo-ti” uma côsa: é mesmo muito foda aturar o blá blá blá de ex fumante, nutricionista ou de ex gordo.

B.~* disse...

ri muito! ex fumante chato, hahahahahah

Nunca o fiz =p

http://virandoocopo.blogspot.com/

Laís disse...

ex fumante tiozão são os que lotam a academia andando em suas bikes que podem ir para a cidade rsrs péeeessimo eu sei, trocadilho.

enfim, gostei do texto.
Maaaaas sobre a lei duvido que fique assim por mto tempo...

Mone disse...

Muito legal desdo o texto em si até as figuras (fotos) que voce escolheu pra ilustrar todo o contexto.
E o que eu gostei muito também foi a escolha do clipe do The Doors.

Inez disse...

Seu texto está um tanto longo, mas não tem problema, aproveitei e acendi um cigarro.
Mais chato que ex fumante só do Doutor Pop. Por azar tem um monte de ex fumante perto de mim, como enchem as paciências.

Irving Maynard disse...

Grande Fábio Escorpião, com seus comentários de quem realmente sabe o que fala (ou melhor, escreve rs) e o faz com uma segurança incomparável!!!!

Há, o talento não fica somente ai, não senhor, essa postagem sobre os ex-fumantes deixa claro o seu talento.

kkkkkkkk Muito engraçada, realmente é a mais purra verdade, convivo com ex-fumantes e sinto na pele alguns desses exemplos citados no post.

Abraços!

Airton disse...

caralho q manero hahha
eu axei mto escroto essa lei tipo eu nao fumo...mas axo q devia regula nao tira de vez vamo supor dentro de uma boate as pessoas tinham q ter direito de fuma...num bar sei la
qual a graça de fuma sozinhu hahaha

qnt ao texto mto bom....ex fumante filho da puta foi engraçado....e dpois de viver 20 anos fumando eles axam q comer bem vai salvar neh ehhehe

poww se der passa la nu blog

http://publicandobr.blogspot.com/2009/08/protagonistas-inusitados.html

Renne Oliveira disse...

sou fumante, sou a favor da lei, mas como comentado acima, acho q deveria ser aos poucos. ando com meu joga bituca... o foda é pra lavar, mas eh melhor q jogar na rua

parabens

Lorena Alves disse...

Adorei a enumeração dos tipos de ex-fumantes !! EURI !! é RJ já aderiu também a nova lei de anti-fumo, e blá blá blá e como não fumo [ e não suporto cigarro] sou a favor da lei e tal . Mas muito bom post =)

;*

bangloko disse...

eu ri de algumas coisas e é verdade.. não fumo mas qm quiser se matar por mim tudo bem =/
mto bom!

Rafael Rocha disse...

Eu nunca conheci um ex-fumante, ma svaleu a dica 3dhdoihd3poihd3piod3hiopd3hj

Abraços.

Lídia disse...

Scorps, e esse absurdo aqui:

http://super.abril.uol.com.br/blogs/ultra/167533_post.shtml

O mundo tá ficando perigoso, e parece que essa gente que comemora nunca estudou História.
Bjs

Anônimo disse...

"...Ou, também, aquele que se fuma durante os intervalos estratégicos, naquele tempo que se usa para beber alguma coisa, ouvir música e bater papo com a amada, enquanto se recobra o fôlego e se retoma a inspiração – mas essa é uma técnica utilizada apenas por usuários avançados e quem a domina, caso seja fumante, dificilmente será alguém do tipo que abdica dos pequenos prazeres da vida. Logo, ex-fumantes que porventura estiverem lendo este artigo, provavelmente nem sabem do que é que eu estou falando..."

É, por essas e outras que voltei a fumar um maço...rs
E a praticar meus "intervalos estratégicos..."rs

Mourao disse...

Boa tarde

Sou amiga da ùrsula e ela me aplicou o seu blog. Simplesmente amei, adoro suas tiradas e acidez. de estrema coerência e inteligência. Estou divulgando o seu blog para os ex-fumantes burricidos....
Parabéns

Rubens Rodrigues disse...

Haha, euri com o ex-fumante tiozão esportista pq já vi desses na academia, até tia tbm tinha, aushuasuh.

Cara, o seu texto é divertido, apesar de que se eu for questionar...
bem, é melhor ficar por aqui, hehe, mas que tá divertido, tá!

Guttwein disse...

Olha, recentemente fiz um post relativo a esse assunto... até achava meu post interessante, maaaaaas, depois de ler o seu...percebi que o meu estámais para fiasco viu! ahahahAHHA!!! Li inteiro e ja te digo de antemão que ele está salvo em meu micro, afinal, está muito bom e pretendo mostra-lo a outras pessoas...obviamente, listando a fonte provedora ; )
Meus sinceros parabens Fabio, ta do caral** esse texto.

Mas ae, vou ser sincero contigo. Textos grandes assim cara, sabe o que a galera teima em fazer? Falo por experiencia... A galera lê o começo, vê mais ou menos do que se trata e ja manda um comentário... Ou seja, nossa idéia fica exposta pela metade e só chegam comentários pela metade tbm... o que é uma pena qdo se trata de textos dessa magnitude!

Rubra disse...

Olá!
Caramba... Não vou reclamar que estava grande, porque adoro esse jeito sátiro de escrever!
Ri muito com teu post, ah aqueles chatinhos magrelos... Mas também ainda não tinha parado pra pensar em algumas coisas. Quem vai fiscalizar? Ou sobre como vai ser a parte de fundar a " Igreja da Liberdade Irrestrita " [ adorei a ideia!], ou então nos estabelecimentos prisionais... Essa das prisões, acho que é uma puta hipocrizia!
Chatos, chatos... Mais chatos que ex-fumantes, só vegetarianos tentando te convencer a parar de comer carne naquele churrasco.. haha

ITALA disse...

Amei! Fecho com vc.Conheço um monte destas subespécies chatas e q infelizmente não estão em estinção, pelo contrário, nos últimos dias elas vem se multiplicando e mostrando cada vez mais as caras horrendas,frustradas e infelizes. Nunca imaginei que embora eu continuasse uma pessoa de bem, cumpridora de meus deveres e pagadora de meus impostos seria tida como marginal por fumar meu cigarrinho. Então... demorou p fundar-mos a "Igreja da Liberdade Irrestrita". Tô dentro.

Rene Sábio disse...

Gosto do andamento do texto, quando você começa não consegue mais parar. rsrs. Também não aguento ex-fumantes, bisbilhoteiros!
Sem comentários pro Dr. Pop!!!

C.Q.C.M. disse...

Nunca fumei, sei lá não dá brisa nenhuma nem nada. Mas não acho que todos ex-fumantes são assim.
E aprovo essa lei mão de ferro, é como quando o Irã mandou recolher os livros de Paulo Coelho, alguém do governo falou "Isso nao cheira bem, recolhe e foda-se!", mostra que bom senso e atitude enérgica costuma dar bons frutos.

Muito bom esse seu espaço aqui rapaz.

adenilson disse...

haha eta esse assunto gera conflitos
pior q as pessoas fikam e reagem desses jeitos mesmo q vc citou
tem todo tipo d fumante
tem akele q fuma até se estiver em chamas askaspokas...
acho q acabam com sua saudade com sua "durabilidade"...e não há remédio para uma vida com bm estar e afins...
abaixo o cigarro
mas q os q decidem pelo fumo q o faça com educação e respeito q os nao fumantes merecem . . .
aliás meu tio fuma tanto cigarro q ele polui mais q meu carro =/

mas enfim
to aqui pra comentar como sempre.
e pedindo pra q vc de sua colaboração lá no primeiro post do blog...é um pedido muito especial e conto com sua ajuda.
ótimo fds.
nos falamos em breve....
abraço

Vini e Carol disse...

Eu não sei pra que que inventaram essa bosta de cigarro!
Tem gente que deixa de comprar comida em casa pra comprar esse lixo.
Só tras prejuízo pro corpo humano e pra natureza também.
Acho que os ex-fumantes tem sim que comemorar, afinal é um vício tenebroso. Dizem que maconha é droga, cigarro é o que então?
Só não acho certo eles quererem levar todos com eles, cada um tem que tomar sua iniciativa e saber o que quer!
Se quer parar de fumar e tentar viver mais, ou se quer fumar por 50 anos e morrer com o pulmão todo preto caindo aos pedaços.
Por mim eu proibiria a venda do cigarro hoje mesmo, dane-se quem fuma, da mesma forma que começou a fumar, irá parar!

Lincoln disse...

Ex-fumantes são umas desgraças mesmo, parece que eles têm que ser chatos para suprir a falta que o cigarro faz!
Só não entendi e não gostei da comparação com a Banda Calypso!

Stela disse...

A-D-O-R-E-I-I-I-I-I-I!!!

RI MUITOOOO!!

VC ESCREVE MUITO BEM! POR MIM, PODIA SER ATÉ MAIS LONGO! RSRSS

;o)

Camis disse...

Eu sou o ex-fumante reclamão! UEHEUHEHEUHEU

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Ana Lucia Nicolau disse...

o que tenho pra falar sobre o texto é que os ex fumantes são uns chatos, acho essa lei um absurdo e adoro fumar meu cigarrinho FREE da Souza Cruz....

sequelanet.com.br disse...

ALGUNS ex-fumantes e fumantes são chatos. O melhor é ser não-fumante. Abraços

Isa. disse...

gostei muito!
http://semtravasnalingua.blogspot.com/

Lílian disse...

Como ri e me identifiquei com muito do que há aí! Sim, o texto é extenso, mas, como alguém já disse, acendi um cigarro e aproveitei. E por ser longo, me diverti por mais tempo!

Posso adicionar seu blog aos meus blogs recomendados?

Abraços.
Lílian

Lílian disse...

http://cigarroaceso.blog.uol.com.br/

Luiz Fern disse...

HAHA, hilário o texto e as imagens! parabéns, bem escrito e tal

RI MUITO!!! KKKKK
http://photoshootando.blogspot.com/

Blog do disse...

Muito bom, adorei os tipos de fumantes, parabéns pela criatividade.

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.cjb.net
www.twitter.com/blogdorubinho

Michell Macedo disse...

Grande fabio,não havia visto seu blog ainda, fera é muito da hora, ESPETACULAR, esse post ficou super autentico,na hora da "inquisição anti-fumo" ri d++++++ Estou acompanhando seu blog tb !! Qto aos comentarios que vc fez no meu respondi todos os 3 no meu blog mesmo jóia. A gente se vê por aqui então Abraço !!

Leonardo Dognani disse...

achei bem legal toooooda a postagem zuando os ex-fumantes rsrsrs
sou do tipo q diz: fumo pq gosto^^
.
qnto a parte de 'complexo de vira-lata', tenho q discordar, uma vez q Paulista é bem zoado rsrsrs e claro, q aqui, a lei anti-fumo já ameaçou 2x entrar em vigor, mas vc sabe, aqui tem resistência maior =p
o futuro é claro: assim como na maior parte do mundo, essas leis irão vingar e se aperfeiçoar, e aqui no Rio, vai acabar pegando uma hora ou outra, mas por enquanto: bar, boate, sinuca e etc, ta liberado e sem multas ;)
algumas casas acataram, mas a grande maioria NÃO!
;)
.
A lei, eu apoio de certa forma, nunca gostei de fumar em ponto de onibus cheio, ou locais públicos com aglomeração de crianças ou idosos de forma explícita, pois mesmo sendo minha opção FUMAR, não devo invadir o espaço dos outros, ainda mais, q fumaça não respeita quem não fuma rsrsrs
Embora 'noitada' em si, é garantido um cigarrinho, mesmo q muitos ali não fumem (embora vc veja sempre muito cigarro) =p
.
mas bem divertido,
abs

→Aท@ ¢A®0ℓ!ทA← disse...

Caara, vc tem msm muita raiva de ex fumantes ashauhsuahsuah Seu texto, apesar de muuito longo, tah ótimo, super bem humorado. Apesar de eu não concordar com sua opinião acerca da lei, do cigarro, essas coisas... Gostei muito!

http://anacarolinolandia.blogspot.com/

Michell Macedo disse...

Grande Fabio, vc ganhou um selo do meu blog Passa lá e pega ok Muito obrigado

taty Ades disse...

Adorei!!!!Outro dia , ao chegar no restaurante , o garçom me olhou seriamente e comentou:

-50 reais por cigarro fumado...

Fiquei branca , apática, tonta...

E ele riu , se desculpando pela brincadeira , dizendo que era pela "idiotice" dessa lei!

Beijão,
Taty

Lílian disse...

Caro Fábio.

Obrigada pela autorização. Continuo escrevendo (meu último post inspirado em um de seus textos) e estou agora aguardando ansiosa pela sua próxima publicação.

Abraços, boas tragadas.
http://cigarroaceso.blog.uol.com.br/

Moscas na casa disse...

Oi, Fábio!
Adorei a matéria , consegui ver uma série de pessoas conhecidas retratadas nos tipos de ex-fumantes!Parabéns pelo Blog.
Também venho agradecer que tenha passado por minha página, acredito muito naquilo que você escreveu. Certamente meu pai pode me ajudar, onde quer que ele esteja, é muito perto de mim.
Obrigada, meu anjo.
Abraços!

Rodox disse...

Sou ex fumante e nao me enquadrei em nenhum dos casos q vc citou mas digo q existem sim estes personagens, nao fiquei contente com a nova lei do zé serra pq é foda nao ter um livre arbitrio livre até isso os politicos querem nos tirar, alguns bares eu fiquei sabendo q conseguiu liminar pra poder fumar dentro dele e outros nao esses outros agora estao tendo q se virar pra fazer os fumantes fumarem. Concordo também q os nao fumantes gozaram quando viram esta lei, é legal que até lugar q nunk ninguem fumou tem a plaqueta lá... no rio isso acontece em 90 dias tb se fuderam... mas poxaaa mas sua revolta foi mais q armadaa amei issoo: O ex-fumante é uma espécie do gênero dos chatos-de-galocha, da família dos patrulheiros-da-vida-alheia, pertencente à grande ordem dos filhos-da-puta –
kkkkk belo gigante post

Cetreus Nominal disse...

Muito interessante seu post!
Ri muito com o primeiro esquema, onde tem a Calypso, apesar de achar sacanagem com eles. Bom, realmente ex fumantes são pessoas mais rustidas, porque tem de conviver com a privação de seus desejos, pô.
tambem vamos tentar entender o lado deles!

hehehehehe, alem do mais, eu adorei suas dicas sobre como evitar mais ainda o cigarro!

abraços!

lisiê disse...

Ex-fumante é mesmo um saco! Pense os meus pais, que ambos pararam de fumar tipo há uns 10 anos... Vivem reclamando quando estou com cheiro de cigarro! :/
Falar nisso, esse teu post me deu vontade de fumar um! :*

Viviane disse...

smoke on the water...

Belo texto!!!

Mirelle e Ana Bell disse...

Oii
nossa, eu sou ex fumante mas nem sei em qual categoria eu me encaixo, são tantas que eu posso estar...
agora não dá pra discordar q ouvir muito calipso pode causar danos cerebrais irreversiveis...é uma merda! prontofalei

Mirelle e Ana Bell disse...

Oii
nossa, eu sou ex fumante mas nem sei em qual categoria eu me encaixo, são tantas que eu posso estar...
agora não dá pra discordar q ouvir muito calipso pode causar danos cerebrais irreversiveis...é uma merda! prontofalei

kikinhah disse...

Eu sou fumante, e com orgulho...
hahaha
E se alguém reclamar au ainda sopro a fumaça na cara, os incomodados que se mudem.
Mas eu não vim aqui pra soprar a fumaça na cara de ninguém rs, estou aqui para agradecer sua visita e comentário em meu blog.
E qtº ao fenômeno do dia 27, eu não sei se é real, mesmo assim postei pq sei que muita gosta de ver essas coisas, mas temo a "falsidade" desta informação, pq vão me fuzilar depois hahaha
Enfim, volte sempre que puder.
BjOs^^

Anônimo disse...

E ai xará,td bem?Impagável esse teu post.As subespécies muito bem definidas e achincalhadas.E para arrematar o velho Jimbo e Light my Fire.Catiguria!Abrç!FábioZen

Pobre esponja disse...

Gostei do texto, apesar de muito grande, muito mesmo. Quanto ao Jô, ele está fumando em local aberi, não? E também acho que o faça o que falo e não o que faço (o que não foi o caso do Jô) é válido. Tem coisas que não conseguimos parar mas não gostaríamos que nossos filhos o fizessem.
Ps: The Doors é a banda!

abç
Pobre esponja

Lay Zwetch disse...

seus textos são grandes.. mas vc escreve bem.. e sabe escolher assuntos que são do interesse geral.. parabéns pelo blog.. mas escreve textos menores tá?? bjoo

Nova Quahog disse...

DEMORO ATÉ! :D

Estudante disse...

Quando você estiver no ponto, peça pros seus familiares encaminharem seu pulmão pra minha universidade pra que a gente possa estudá-lo na cadeira de Processos Patológicos Gerais. Temos poucos pulmões e um fresquinho é bemvindo.
Adoro fumantes!

A Bruxa do 71 disse...

Muito obrigada por ratificar tudo o que penso a respeito do ser humano e o tempo que o mesmo perde em busca da tal racionalidade.

De resto, o que tenho a dizer, é que nada tenho contra os fumantes desde que sejam do sexo masculino, grisalhos e de olhos azuis.

Fabíola disse...

Tudo bem:os pol´piticos podem até não estarem preocupados com os pulmões dos fumantes, mas e daí?Não importa quais as reias intenções dele ao criarem determinadas leis antitabagistas. Na minha modesta opinião, o que, realmente, interessa são os benefícios que elas poderão trazer à população como um todo, oras.

Agora, se você está tão viciado e não admite que não tem, por si só, condições de largar a sua chupeta do diabo, Ok, pode utilizar como desculpa o argumento as intenções políticas de tais leis Pode esbravejar contra todas essas leis, insultá-las, fazer o que for.

Sebastian disse...

Brilhante ! Voce é um escritor não tenho dúvidas. Quanto ao fato de estar triste, peço que tenha paciencia, a lei anti-constuticional está sob júdice e tenho fé no Judiciário. Vai ser bom voltar a fumar e ver a cara de bosta das pessoas "puritanas", claro dentro do espaço conhecido como fumódromo. Quanto ao ex-governador, por favor não coloque o nome real dele que é isto que ele quer - fale mal mas fale de mim. Vamos chamá-lo de Zé Bosta.
Quanto ao bom gosto musical de JÔ há controvérsias: ser americanizado babaca é ter bom gosto ???

Anderson disse...

INIMIGOS DOS FUMANTES EM SÃO PAULO
COMO VOTARAM OS DEPUTADOS ESTADUAIS NO PL 577, O PROJETO DE LEI QUE CRIOU AMBIENTES 100% LIVRES DE FUMO EM SÃO PAULO

NOME PARTIDO VOTO
1. Adriano Diogo PT Contra
2. Afonso Lobato PV A favor
3. Aldo Demarchi DEM A favor
4. Alex Manente PPS A favor
5. Ana do Carmo PT (não votou)

6. Ana Perugini PT Contra
7. Analice Fernandes PSDB A favor
8. André Soares DEM A favor
9. Antônio Mentor PT Contra
10. Antonio Salim Curiati PP A favor
11. Baleia Rossi PMDB A favor
12. Barros Munhoz PSDB (*)
13. Beth Sahão PT Contra
14. Bruno Covas PSDB A favor
15. Campos Machado PTB A favor
16. Carlinhos Almeida PT Contra
17. Carlos Gianazzi PSOL A favor
18. Cássio de Castro Navarro PSDB A favor
19. Célia Leão PSDB A favor
20. Celino Cardoso PSDB A favor
21. Celso Giglio PSDB A favor
22. Chico Sardelli PV A favor
23. Conte Lopes PTB A favor
24. Davi Zaia PPS A favor
25. Donisete Pereira Braga PT Contra
26. Ed Thomas PSB A favor
27. Edmir Chedid DEM A favor
28. Edson Ferrarini PTB A favor
29. Edson Giriboni PV A favor
30. Eli Correa Filho DEM A favor
31. Enio Tatto PT Contra
32. Estavam Galvão de Oliveira DEM A favor
33. Fausto Figueira PT A favor
34. Feliciano Filho PV (não votou)
35. Fernando Capaz PSDB A favor
36. Geraldo Vinholi PDT A favor
37. Gil Arantes DEM (não votou)
38. Gilmaci Santos PRB A favor
39. Gilson de Souza DEM A favor
40. Haifa MAdi PDT A favor
41. Hamilton Pereira PT Contra
42. Helio Nishimoto PSDB A favor
43. João Caramez PSDB A favor
44. João Barbosa DEM A favor
45. João Melião Neto DEM A favor
46. Jonas Donizette PSB A favor
47. Jorge Caruso PMDB A favor
48. José Augusto PSDB A favor
49. José Bittencourt PDT A favor
50. José Bruno DEM A favor
51. José Cândido PT Contra
52. José Zico Prado PT Contra
53. Lelis Trajano PSC A favor
54. Luciano Batista PSB A favor
55. Luis Carlos Gondim PPS A favor
56. Marco Porta PSB A favor
57. Marcos Martins PT Contra
58. Marcos Zerbini PSDB A favor
59. Maria Lúcia Amary PSDB A favor
60. Maria Lúcia Prandi PT Contra
61. Mauro Bragato PSDB A favor
62. Milton Flavio PSDB A favor
63. Milton Leite Filho DEM A favor
64. Mozart Russomano PP A favor
65. Olímpio Gomes PV Contra
66. Orlando Morando PSDB A favor
67. Otoniel Lima PTB A favor
68. Patrícia Lima PR A favor
69. Paulo Alexandre Barbosa PSDB A favor
70. Pedro Antonio Bigardi PCdoB A favor
71. Pedro Tobias PSDB A favor
72. Rafael Silva PDT A favor
73. Raul Marcelo PSOL A favor
74. Reinaldo Auguz PV A favor
75. Rita Passos PV A favor
76. Roberto Engler PSDB A favor
77. Roberto Felício PT Contra
78. Roberto Massafera PSDB A favor
79. Roberto Morais PPS A favor
80. Rodolfo Costa e Silva PSDB A favor
81. Rogério Nogueira PDT A favor
82. Roque Barbieri PTB A favor
83. Rui Falcão PT Contra
84. Said Mourad PSC (não votou)
85. Samuel Moreira PSDB A favor
86. Simão Pedro PT Contra
87. Uebe Rezeck PMDB (não votou)
88. Vanderlei Siraque PT (não votou)
89. Vanessa Damo PV A favor
90. Vaz de Lima PSDB A favor
91. Vicente Cândido PT Contra
92. Vinicius Camarinha PSB A favor
93. Vitor Sapienza PPS A favor
94. Waldir Agnello PTB A favor

Hector disse...

Voce venceu uma ova. Vamos batalhar para anular a lei-antifumo paulista, que cairá no esquecimento assim como o seu autor o Zé Bosta Chirico.

Uma sonhadora imortal disse...

muito bom..amei...te seguindo...
http://sonhadoraimortal.blogspot.com/

Fabiola disse...

Adorei a matéria.

Roddy Brancacci disse...

Eu acho que o mundo deveria se unir por coisas boas, por coisas que valem realmente a pena.
eu venho aqui neste blog e tudo oque vejo é o seu dono defendendo o seu "sacrosanto" direito de fumar em detrimento de tudo e de todos e de tudo oque se sabe a respeito dos maleficios do cigarro. Nunca vi uma pessoa dedicando tanto de seu tempo para defender uma porcaria malcheirosa e entorpecente como o cigarro. O pior é que ainda debocha, questiona, levanta duvidas sobre dados serios e cientificamente comprovados - sofrivel é pouco!
Me diga Escorpião, oque voce conseguiu de bom fumando? sua saude melhorou? Voce se tornou alguem melhor na vida? Eu mesmo respondo: Não! Use o seu espaço para acrescentar alguma coisa boa a proveitosa a quem le e não para beneficio proprio de suas filosofias que não se sustentam perante a lógica. Eu quero que fumantes inverterados se ferrem! Vivemos na era da informação e todo mundo tem acesso a ela de uma forma ou de outra, ninguem pode alegar uma suposta "ignorancia" a respeito desse assunto. Quanto aos tão alardeados "direitos individuais" defendidos por voces, sinto muito, mas os mesmos nesse caso não existem pois quando se fuma a fumaça é lançaçada no ar, e esse ar todos respiram, aonde está a individualidade aí? A mediocridade de certas pessoas continua a me impressionar mais e mais, meus pesames pra voces!

Anônimo disse...

http://13dfgsdfg57.com/